RELATORES TEM 10 DIAS PARA EMITIR PARECERES NA CORREGEDORIA

corregedoriaA Corregedoria Geral da Câmara Municipal tem um prazo de 10 dias para emitir os primeiros pareceres relativos às denúncias feitas contra alguns vereadores. A Comissão de reuniu na última segunda-feira e definiu os membros que farão os levantamentos necessários e emitir o relatório inicial.

Os vereadores Pastor Ezequiel Bueno (PRB), Alysson Zampieri (PPS) e Mainardes Júnior (DEM), além do próprio presidente da Corregedoria, George de Oliveira (PMN) terão o trabalho de emitir o parecer sobre as denúncias envolvendo Laroca Neto (PDT), Pietro Arnaud (PTB) e contra o próprio George, uma vez que Pietro pediu o afastamento do líder do Governo do cargo.

A própria situação da Corregedoria é uma controvérsia muito grande. O presidente Aliel Machado (PC do B) mantém reuniões diárias com os advogados da Câmara Municipal para avaliar a situação, uma vez que os interessados estão envolvidos entre os denunciados, denunciantes e corregedores. Como há interesse do presidente da Corregedoria em determinadas situações, a outra parte envolvida requereu o afastamento de George da comissão.

O fato é que o próprio Regimento Interno é omisso em vários aspectos, e conforme o que for analisado e relatado, os processos podem parar na justiça, uma vez que as partes envolvidas prometem entrar com ações judiciais contra a parte contrária. Um exemplo disto é o requerimento do vereador Pietro Arnaud para que George seja afastado da Corregedoria, por ser parte interessada nos processos.

Toda esta celeuma foi criada em função de várias denúncias que acabaram por abalar a tranquilidade dos parlamentares envolvidos nas discussões severas que ocorram na última sessão. Fica a expectativa como os “brigões” se comportarão na sessão desta quarta-feira, vamos aguardar pra ver.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →