GESTANTES DENUNCIAM MAL ATENDIMENTO NA CLÍNICA DA MULHER

prudentopolisA Clínica da Mulher surgiu para ‘melhorar’ a situação da saúde de Prudentópolis, mas pelo visto não é o que está acontecendo. Além das mulheres ficarem, muitas vezes, de baixo de chuva à espera de fichas para consulta, elas alegam estarem sendo mal tratadas.

Recentemente, o Rede Folha Centro Sul recebeu diversos E-mails de pacientes gestantes que alegam estarem encontrando muitas dificuldades para retirar fichas na Clínica e ao mesmo tempo elas afirmam que estão sendo mau tratadas.

Elas dizem que precisam quase que ‘implorar’ por atendimento e o tratamento dado no local chega a indignar mulheres, maridos e familiares que as acompanham.

Gestantes estão indignadas com o mal tratamento

Num dos e-mails, uma das gestantes disse o seguinte: “Para conseguir uma ficha temos que ir às 06:30 na Clínica da Mulher. O pior é que temos de esperar na calçada, isso faça chuva ou faça sol, já que a dita cuja da clínica abre só às 7:30. Na segunda-feira passada, dia 18/11/2013, uma mulher grávida passou mal e não tinha nem água ou uma cadeira para ela descansar. Tentei falar com o senhor secretário de saúde de Prudentópolis mas ele não deu a mínima atenção. De certo, teremos de protestar na frente da casa do prefeito se nada for feito, porque é uma vergonha isso, é absurdo isso, pagamos IPTU mais caro, todos os impostos em dia e nem o mínimo de respeito temos, ainda mais grávidas! Queria ver se fosse eles nos nossos lugares!”, disse a leitora do Folha.

(Matéria posta pela Folha Centro Sul em 25.11.2013).

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →