Palmeira: taxistas terão linha de crédito especial

reunião taxistas palmeira

Com o objetivo de apresentar uma linha de crédito especial para a aquisição de veículos novos para o serviço de táxi, a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, promoveu na noite da última sexta-feira (29/08), uma reunião com os taxistas que possuem alvará emitido pela Prefeitura de Palmeira e a agência Fomento Paraná, representada pelo seu gerente de mercado Antonio Romildo Mileck.

Durante a reunião, o programa “Banco do Empreendedor – Taxista” foi apresentado e foram explanadas questões de como aderir ao programa, tal como as condições para pagamento do financiamento, caso realizado.

Palmeira conta, atualmente, com uma frota de 19 táxis. Segundo o secretário Jaudeth Ramos Hajar, a linha de crédito permite que os interessados possam compras veículos para o trabalho a taxas baixíssimas, sem entrada, e com até 60 meses para pagar.
“Nosso objetivo é fazer este meio-de-campo para que os nossos taxistas tenham acesso a informações que, talvez sem o nosso trabalho, não tivessem. O interesse do município é fazer com que eles tenham condições viáveis de renovarem sua frota” – disse o secretário.

A linha de financiamento “Banco do Empreendedor – Taxista” é um produto orientado a atender a demanda de recursos destinados ao financiamento da aquisição e/ou adaptação dos veículos utilizados na prestação de serviços de Táxi nos municípios paranaenses bem como incentivar a capacitação destes prestadores de serviço mediante oferta de condições especiais crédito.

Podem ser beneficiadas Pessoas físicas, titulares de autorização, permissão ou concessão do Poder Público para exercer, comprovadamente, em veículo de sua propriedade, a atividade de condutor autônomo de passageiros, na categoria Táxi, devidamente registrado nos órgãos municipais competentes que regulam a atividade de Taxista.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →