Vereadores aprovam R$ 984 mil para pagamento dos servidores da saúde

Camara Municipal 24.11
Vereador Jorge da Farmácia defende seu projeto, o qual foi aprovado. Foto: José Aldinan – CMPG.

Os vereadores de Ponta Grossa aprovaram, nesta segunda-feira (24), o Projeto de Lei 425/2014, apresentado pelo Poder Executivo, que trata da suplementação orçamentária de R$ 984 mil para o pagamento dos salários dos funcionários lotados na Secretaria de Saúde. Para fazer frente a despesas, a Prefeitura precisou remanejar dotações orçamentárias de outros programas para poder efetuar o pagamento dos salários dos profissionais de saúde nos meses de novembro e dezembro do corrente. Quando isto ocorre, a situação conclusiva é de que houve um dimensionamento equivocado no orçamento deste ano para o pagamento dos proventos dos trabalhadores, ou ainda, houve aumento acima do programado nas despesas com salários e demais benefícios durante o exercício. Este projeto tramite em regime de urgência.

Em primeira discussão, foram aprovados vários projetos. O Projeto de Lei 430/2013, de autoria do vereador Nilsão (PT) cria o Conselho Municipal de Combate a Pedofilia. De autoria do vereador Jorge da Farmácia (PDT), aprovado Projeto nº 154/2014 dispondo sobre as obras subterrâneas das concessionárias de serviços públicos, os quais deverão ser feitos somente por cravação subterrânea onde já existam a pavimentação asfáltica ou calçadas. Ou seja, estas empresas não poderão destruir pavimentações ou calçadas nestes casos, devendo executar os serviços de forma a evitar danos nestes logradouros.

De autoria do Vereador Professor Marcelo Careca (SDD), o Projeto nº 357/2014, pelo qual fica criado em Ponta Grossa o “Março Laranja” dedicado ao combate à violência contra a mulher; de autoria do Vereador Maurício Silva (PSB), concede Título de Cidadão Honorário de Ponta Grossa ao Frei LUIZINHO MARAFON; Do vereador Nilsão (PT), denomina de Miguel Shiebelbein a Praça Central do Conjunto Habitacional Jardim Panamá; Do Poder Executivo, alteração da natureza jurídica de um terreno no Parque dos Sabiás, no Bairro Cará-Cará, para que a área possa ser utilizada para o bem comum, como via pública.

Mais seis projetos foram votados em segunda discussão, sendo o principal deles, é aquele que obriga aos bancos e demais instituições financeiras, a informar aos clientes o percentual do desconto aplicado sobre eventual pagamento de dívidas, parcelamentos ou financiamentos, de forma antecipada. As demais matérias aprovadas diziam respeito a denominações de vias públicas da cidade, em diversos locais. A Câmara Municipal de Ponta Grossa volta a se reunir em Sessão Ordinária nesta próxima quarta-feira, dia 26.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →