Aliel: “Reforma Política para garantir maior participação popular”

Aliel MachadoO Deputado Federal Aliel Machado esteve em Brasília, neste dia 1º de janeiro, onde acompanhou a posse da presidente Dilma Roussef (PT). Pouco antes disto, o novo deputado foi entrevistado pela repórter Laís Gouveia, do Portal Vermelho, site oficial do Partido Comunista do Brasil – PC do B. Na entrevista, o jovem deputado fala sobre a trajetória política e os planos para seu trabalho na Câmara Federal.

Portal Vermelho- Como foi sua introdução no mundo político?

Aliel Machado- Desde criança, no município de Ponta Grossa, me envolvi nas questões do meu bairro e do meu colégio, envoltos em uma região de muita carência. Mais tarde, eu tive a oportunidade de conhecer a União da Juventude Socialista (UJS) e fui eleito presidente do grêmio no meu colégio aos 13 anos. Logo após, presidi presidente da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Ponta Grossa, organizamos o movimento estudantil no município e começamos participar de pautas do movimento social, como a questão do transporte coletivo, melhoria da educação, tratamento do lixo e esgoto, questões estratégicas para a melhoria da qualidade de vida da população. Dessa atuação veio então a minha candidatura em 2008 a vereador, mas fiquei como segundo suplente, não me elegendo. Em 2012 novamente eu pleiteei uma vaga a câmara dos vereadores e fui eleito o terceiro candidato mais votado e logo assumi a presidência da câmara aos 23 anos de idade.

O que representa a reeleição da presidenta Dilma?

A reeleição da Dilma é muito importante, pois seu projeto de país vai ao encontro de propostas como a Reforma Política, que esta mobilizando a população através de um plebiscito, a permanência dos programas sociais implementados que ajudam a combater a miséria no país. O ProUni, Fies, Ciências Sem Fronteiras, Minha Casa, Minha vida, Mais Médicos, são fundamentais para nossa população saltar para outro patamar. Ainda há muita pobreza, reflexo dos séculos de exploração econômica, cultura e política que vivemos, mas a Dilma representa a continuidade dos avanços iniciados com Lula, em 2003.

Quais serão suas primeiras ações como deputado federal?

Eu quero colaborar nas ações do Partido, no intuito de fortalecer o nosso país, neste sentido vou priorizar eixos importantes como a Reforma política, que cumpre um importante papel para o desenvolvimento do país. Sem a reforma, não vamos conseguir enfrentar os principais problemas atuais. O Brasileiro já não se sente representado por este modelo político, pois há necessidade de mudança. É importante fazer um debate enraizado com a população e a mesma precisa entender que é o agente de mudança na sociedade.

No meu mandato, também vou trabalhar por mais investimentos na área da educação, além de atuar na garantia de que os 10% do PIB e os 75% dos royalties para educação sejam de fato efetivados. Além disso, será fundamental aproximar o mandato com as ações da juventude, pois ela precisa tomar para si os debates e ser participativa. Devemos garantir uma maior atuação dessa parcela da sociedade nos conselhos como, por exemplo, o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), estimulando também o fortalecendo das entidades estudantis. Os jovens precisam se sentir parte do processo político, É preciso que deixem de fazer a crítica pela crítica.

O que pensar de certa parcela da juventude que está saindo às ruas pedindo impeachment da presidenta e o regresso da ditadura militar?

O principio da democracia é garantir o direito à liberdade de expressão das pessoas. Porém, eu não posso admitir a manipulação e o não conhecimento do que realmente aconteceu na história do país, o quanto o povo brasileiro sofreu por não poder se expressar. Grande parcela que se envolve nestes atos é pautada pelo discurso do senso comum que a grande mídia nos proporciona todos os dias. Fazer movimentos como este é um atentado à democracia . As pessoas que deveriam ensinar e estimular a introdução na política reproduz esse tipo de discurso pronto, manipulado e faz com que desde cedo o cidadão pense que se envolver na política é imoral, leva à corrupção. Mais uma razão para a urgente implementação da Reforma Política.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →