Novo contrato de coleta de resíduos gera economia de R$ 500 mil

As empresas HMS Gestão de Resíduos e LS Reciclagem são as novas responsáveis por realizar a coleta de resíduos domiciliares, comerciais e recicláveis em Palmeira. Elas foram as vencedoras da licitação realizada no dia 17 de julho, com o valor anual total de R$ 1.340.580,00, gerando economia de R$ 552.355,20 em relação ao contrato anterior, firmado em 2012, que custava R$ 1.892.935,20 aos cofres públicos.
A HMS Resíduos firmou contrato para a realização de coleta e transporte de resíduos domiciliares e comerciais, coleta, transporte e tratamento de resíduos sépticos de saúde (RSS) e operação e manutenção do Aterro Sanitário. Mensalmente a empresa receberá R$ 91.715,00, totalizando R$ 1.100.580,00.
Já a LS Reciclagem fará a coleta seletiva de resíduos recicláveis na área urbana e transporte até a usina de reciclagem. Mensalmente serão destinados R$ 20.000,00 à empresa, chegando ao valor anual de R$ 240.000,00.
Para o secretário de meio ambiente, José Przybysewski, com duas empresas atuando juntas o resultado será melhor para o município e para o cidadão. “Cada uma das empresas ficou responsável por um tipo de lixo, contudo, elas terão que trabalhar juntas em diversos sentidos como datas de coleta e otimização de roteiros”, explicou.
No novo contrato assinado consta que as empresas devem ter unidades de apoio dentro do município, que serão estruturas e utilizadas para o gerenciamento de frotas e pessoal. Na visão da secretaria essa é mais uma evolução no conjunto do serviço prestado. “Dessa forma ambas as empresas estarão mais próximas do público e do município podendo atender melhor as demandas”, comentou Przybysewski.
A empresa HMS também disponibilizará um sistema de rastreamento dos veículos coletores. Com isso a prefeitura poderá saber em tempo real onde está o caminhão para acompanhar e até mesmo justificar possíveis reclamações sobre a prestação do serviço. “Cruzando dados de horário de coleta e localização dos veículos podemos controlar e orientar melhor os serviços prestados”, explicou o chefe de proteção e licença ambiental, Alan Moreira Fernandes.
  • COM ASSESSORIA.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →