Osmar Dias está com um pé fincado no Podemos. Pauliki também!

Felipe Chociai, Thiago Milhim, Osmar Dias e Elizeu Chociai, em reunião na última semana em Curitiba. Foto: Divulgação.

O ex-senador Osmar Dias, virtual candidato ao Governo do Estado do Paraná em 2018, participou de uma reunião muito importante nesta semana. Deste encontro realizado em Curitiba, participaram Felipe e Elizeu Chociai, do diretória estadual do Podemos, e também Thiago Milhim, vice-presidente nacional do partido, além do deputado estadual Márcio Pauliki, atualmente no PDT.

Nada de oficial foi divulgado ainda, mas a reportagem do Política Em Destaque teve acesso a alguns detalhes da reunião, onde ficou acertado um outro encontro com a presidente nacional do Podemos, deputada Renata Abreu, para a metade do mês de novembro em São Paulo.

Diante de tudo que foi possível apurar, é possível afirmar que Osmar Dias está com um dos pés fincados no novo partido, assim como o deputado Márcio Pauliki, uma vez que ambos já confirmaram que devem caminhar juntos no próximos processo eleitoral.

É bem possível até que neste encontro, ou mesmo pouco antes dele, Osmar Dias anuncia sua filiação ao Podemos. Ou ainda, quem sabe, um outro partido, já que a política mostra-se sempre muito dinâmica, e os ventos mudam de direção rapidamente.

Porém, se não houver uma mudança muito brusca de rumo, a situação encaminha-se para que o ex-senador confirme sua ida para a nova sigla, onde seu irmão Álvaro já está e também traça planos para sua candidatura ao Planalto.

Tal constatação surge devido a análise do andamento do processo, o qual evoluiu bastante nos últimos dias, passando de interesse e namoro morno para um compromisso mais sério. Se fossemos comparar com a vida pessoal, poderíamos afirmar que passou para a fase de noivado.

OS CAMINHOS DE OSMAR E PAULIKI

Osmar Dias e Márcio Pauliki tem conversado muito e estão juntos em várias oportunidades onde o ex-senador aparece para reunir-se com lideranças e construir seu plano de governo. Com bons números na aceitação popular, Osmar dá mostrar claras que está mais preparado do que nunca para governar o Paraná.

Claro que ainda resta um caminho muito longo até as eleições de outubro do ano que vem. Neste caminho, podem surgir bifurcações, evidentemente. Sua candidatura ao governo é a prioridade, mas existe a possibilidade de uma candidatura ao senado, dependendo do que for articulado em Brasília entre Podemos, PSB e DEM, já que os dois últimos também abriram as portas para o ex-senador.

Neste contexto, o deputado Márcio Pauliki parece não abrir mão da candidatura a Câmara Federal. Ele deverá, sem dúvida, ser um dos principais cabos eleitorais de Osmar Dias, terá participação importante na montagem do plano de governo, e deverá estar na linha de frente da campanha para o governo ou para o senado.

Entretanto, mesmo Osmar Dias sempre ter citado que gostaria muito de contar com a presença de Pauliki em um eventual governo a partir de 2019, o deputado estadual tem confidenciado que quer respirar novos ares, e acredita que Brasília poderá lhe dar a oportunidade de novas e importantes experiências políticas.

  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

 

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →