Pauliki e Caputo garantem mutirão de cirurgias no Hospital Universitário

Deputado Pauliki acompanhou o Secretário Caputo Neto na lançamento do Mutirão de Cirurgias no HURPG. Foto: Divulgação.
O deputado estadual Marcio Pauliki e o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, garantiram nesta terça-feira (24) o início do mutirão para realizar centenas de cirurgias de catarata no Hospital Universitário Regional de Ponta Grossa e do mutirão para o fornecimento de órteses e próteses pelo Sistema Único da Saúde (SUS). Esses pedidos foram reivindicados pelo deputado Pauliki durante o primeiro semestre deste ano junto à Secretaria de Saúde.
“Essas lutas são constantes. Temos o dever de olhar a saúde de maneira diferenciada, com uma atenção triplicada. Essa é uma conquista de toda sociedade e o jeito certo de fazer política”, afirma o deputado Pauliki. Serão, inicialmente, 700 pessoas beneficiadas com o mutirão de órteses e próteses.
Além dos mutirões, a 3ª Regional de Ponta Grossa iniciou as obras da Farmácia do Paraná. O programa tem o objetivo de distribuir gratuitamente medicamentos para o tratamento de, pelo menos, 80 doenças, entre elas o Mal de Alzheimer, Parkinson, Esclerose Múltipla e Hepatite. O investimento é de aproximadamente R$ 1,5 milhão para atender cerca de 6,5 mil pessoas.
Para o secretário Caputo Neto, essas medidas são importantes para a cidade de Ponta Grossa. “A Farmácia Paraná dá melhores condições para nossa gente. As próteses auditivas e locomotoras representam R$ 1,1 milhão de investimentos. Isso denota que a cidade e a região estão ganhando independência em questão de saúde”, afirma.
INSTITUTO DO CÂNCER
Durante o anúncio dos mutirões, foi anunciado que Ponta Grossa e a região dos Campos Gerais serão contemplados em breve com um instituto voltado para o tratamento do câncer. A entidade, denominada de Instituto do Câncer dos Campos Gerais (ICCG), funcionará dentro do Hospital Universitário Regional.
Nesta primeira fase, o montante de R$ 2 milhões, conquistado por Pauliki, será destinado para a construção da Farmacologia Oncológica e Laboratório de Pesquisa e Diagnóstico Oncológico, responsável pela manipulação de medicamentos para os tratamentos de quimioterapia.
Em paralelo será criado o Centro de Tratamento de Leucemias e Linfomas (CTL), com 12 leitos para internamento, 7 para infusão e consultas em oncologia. Nesse espaço serão atendidas em média 500 pessoas por mês para tratamento de leucemias e linfomas. As demais fases do projeto serão anunciadas pelo secretário Caputo Neto e pelo deputado Pauliki em novembro.
Da Assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →