Pedágio fica mais caro na sexta-feira. E qual é a novidade?

“…Lerner merece os parabéns. Foi um dos maiores ilusionistas que este Estado abençoado já viu”.

A notícia do aumento nas tarifas dos pedágios no Estado do Paraná é velha e surrada. Todos os anos acontece a mesma coisa: chega dezembro e lá vem bomba pra cima da população e dos empresários que dependem das rodovias para conduzir seus negócios, alcançando quase de 100% da cadeia produtiva no Paraná e demais estados. É o famoso aumento com efeito dominó.

E assim como o Natal e o Ano Novo, que acontecem a cada 12 meses, o reajuste das tarifas dos pedágios é data certa e não tem perdão. Não tem governador, senador ou deputado que faça mudar isto. Muitas já prometeram, alguns até tentaram, mas a novela mexicana gera muito choro, muita emoção, mas o final nós todos sabemos: tudo dá certo para as concessionárias. E só para elas.

Pessoalmente não gostaria de ver nenhum político tocar mais no assunto dos pedágios. Ninguém acredita mais. Foi-se o tempo em que governador se elegia prometendo preços mais baixos, ou pelo menos, mais justos para a população. Porém, a máscara já caiu. Nós todos já sabemos que o preço não tem como baixar. O que deveria acontecer de fato são as obras serem realizadas. Isto sim é o pior de tudo. O pedágio mais caro do Brasil e ainda por cima obras não realizadas.

Agora, que estamos às portas da discussão de um novo contrato (alguém duvida que será renovado?) claro que as concessionárias estão correndo para fazer algumas obras que já deveriam estar prontas há muitos anos, só para chegar na TV e dizer: “olha o que estamos fazendo! Estamos trabalhando por você!”.

E aqui quero fazer um parenteses neste comentário e fazer uma homenagem, sarcástica na verdade, ao ex-governador Jaime Lerner. Devemos a ele e seu grupo político de sustentação, estes pavorosos contratos de concessão das estradas paranaenses, através do malfadado Anel de Integração. Lembram? Como esquecer? Até hoje causa-me asco a imagem do então candidato apresentando seu plano na TV, que depois se transformou no maior pesadelo dos paranaenses.

Mas, Lerner merece os parabéns. Foi um dos maiores ilusionistas que este Estado abençoado já viu. 

E neste cenário todo, prestem atenção meus amigos nas eleições do ano que vem. Muitos lobos estarão travestidos de cordeiros, prometendo inúmeras mudanças no Estado do Paraná.

Porém, com relação ao pedágio, tenho minhas dúvidas que alguém realmente falará a verdade e dirá para o povo paranaense a realidade dos fatos: que ninguém terá coragem de mexer com as empresas que administram os pedágios no nosso estado. Ninguém!

Pessoalmente vou dar mais crédito para quem falar a verdade. Quem prometer que vai abaixar preço, cobrar obras ou pior, acabar com o pedágio, estará repetindo as mentiras proferidas por Jaime Lerner há 20 anos atrás.

E olha que gostaria muito de poder queimar minha língua (ou dedos) e reescrever esta história retificando as palavras neste momento pessimista de total incredulidade em mudanças profundas na gestão dos pedágios em nosso querido Paraná.

  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *