Ratinho Júnior diz que defende a realização de nova licitação para os pedágios

Ratinho Júnior fala para lideranças e empresários em Campo Mourão. Promessa de licitar novamente as praças de pedágio. Será mesmo? Foto Divulgação / Facebook.
A renovação dos contratos das praças dos pedágios serão um dos principais assuntos das eleições de 2018. Na verdade, já são. O assunto vem sendo comentado pelos principais atores que devem fazer parte das eleições estaduais.
O pré-candidato do PSD a governador, o deputado Ratinho Júnior, disse na semana passada, durante uma entrevista, e vem repetindo em todos os pronunciamentos que vem fazendo nas reuniões e encontros pelo interior do estado, que defende a realização de nova licitação para a exploração das praças de pedágios no Paraná.
“O pedágio tem que ser tratado de uma forma técnica, para o desenvolvimento do Estado do Paraná…”, comentou Ratinho Júnior durante seus comentários pelas redes sociais.
De acordo com o deputado, “Nós temos que obrigar estas empresas atuais a cumprir o contrato. Nós não vamos admitir que estas empresas não cumpram o contrato assinado e não fazer as obras necessárias neste contrato que existe…O que eu penso e defendo, quando acabar este contrato em 2021, é fazer uma licitação internacional, para acabar com as amarras regionais, queremos trazer investimentos do mundo inteiro para infraestrutura”, disse Ratinho Júnior ao jornalista Denian Couto.
DEPUTADO PRECISA VIABILIZAR SUA CANDIDATURA
O deputado Ratinho Júnior tem duas coisas importantes para apresentar sua candidatura aos paranaenses em 2018: não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção (até o momento não se sabe de nada) e tem muita vontade de realizar um trabalho político e administrativo.
Percebemos no deputado uma garra muito grande, vontade mesmo de acertar.
Precisamos ver, na verdade, com quem o pré-candidato pretende trazer para dentro do seu barco e com qual grupo ele vai se “amarrar” visando criar o lastro político necessário para que possa competir em condições de igualdade com outros nomes.
Uma coisa é certa: Ratinho Júnior não é do grupo do Governador Beto Richa. Ele esteve no governo por uma necessidade de Richa contar com o apoio do PSD e do PSC na Assembléia, e porque Ratinho, na SEDU, pode durante estes anos todos, construir um relacionamento estreito com prefeitos e lideranças de diversas regiões do Estado.
A dificuldade que Ratinho Júnior terá é justamente aglutinar grupos que não estarão com o ex-senador Osmar Dias, e que por uma série de interesses, possam apostar na vitória do filho de um dos maiores apresentadores de TV do país.
Quanto esta questão do pedágio, já disse em outro comentário que não acredito em nada que os candidatos ao governo possam dizer sobre isto. Só vou acreditar em qualquer coisa que beneficie a população, quando o novo governo assumir e tomar sua decisão. Até lá serão apenas palavras.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →