Cesta básica de Ponta Grossa tem queda de 0,84% em dezembro

O custo médio da cesta básica do ponta-grossense apresentou queda de 0,84% em dezembro de 2017, conforme levantamento do Núcleo de Políticas Públicas Rouger Miguel Vargas (NPPRMV) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O custo médio dos 34 produtos da cesta básica nos supermercados da cidade caiu de R$ 534,11 (valor de novembro) para R$ 529,62, no último mês do ano passado.
A UEPG realiza a pesquisa mensalmente, desde 2000, considerando o consumo (alimentação, higiene e limpeza) de famílias ponta-grossenses, com até três membros e renda de um a cinco salários mínimos. Os preços da primeira semana de cada mês são comparados aos valores do mês anterior. O Índice Cesta Básica (ICB) não serve como aferidor de inflação.
Conforme a pesquisa de dezembro, para adquirir os 34 produtos da cesta básica, uma família com renda de um salário mínimo (R$ 937) gastaria 56,52% do orçamento doméstico. Restariam 43,48% para as demais despesas da casa. No caso de famílias com renda de dois, três, quatro e cinco mínimos, a despesa seria de 28,26%; 18,84%; 14,13%; e 11,30% das respectivas rendas.
VARIAÇÕES
No último mês de 2017, os técnicos da UEPG verificaram que dos 34 produtos pesquisados, 14 tiveram elevação de preço; e 20 apresentaram queda. O grande vilão do mês foi o tomate, com alta de 100,75%; enquanto a cebola registrou a maior retração no período, 12,80%. Ambos pertencem ao grupo dos hortifrutigranjeiros, que na média teve aumento de preços, 14,68%.
No grupo alimentação geral, os preços caíram em média 1,54%. Destaque para o óleo de soja, com elevação de 3,38%; e para o sal, redução de 6,49%. No grupo de carnes, a queda chegou a 5,90%. A carne bovina registrou a maior redução no grupo, 7,79%; enquanto a carne de frango teve a menor queda, 0,69%.
Queda também entre os produtos de higiene, destacando-se o xampu, com a maior variação positiva, 7,29%; e o desodorante, maior variação negativa, 9,09%. Os produtos de limpeza foram os únicos em alta no mês, 1,22%. A esponja de aço subiu 8,58%; e o sabão em pó apresentou queda de 5,12%.
– Grupo que mais aumentou: Hortifrutigranjeiro – 14,68%
– Produto de maior elevação: Tomate – 100,75%
– Grupo de maior queda: Carne – 5,90%
– Produto de maior queda: Cebola – 12,80%
  • Da assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →