“Donos do Poder”: Chefe de Gabinete e esposa ganham quase R$ 300 mil por ano em Carambeí

Foto produção: Gleydson Carlos – Correio Carambeiense.
Em meio a uma das maiores crises econômicas vividas pelo povo brasileiro, onde milhões de famílias mal conseguem colocar comida na mesa para seus filhos, tem gente que não está nem um pouco preocupada com a renda familiar.
A situação narrada a baixo não teria nada de mais e não seria da nossa conta, se a soma dos salários de um casal não fosse o resultado de super-salários que recebem em suas funções públicas.
Afinal de contas, ganhar R$ 23 mil por mês de renda familiar (quase R$ 300 mil por ano) somente do erário público é para poucos. Pior ainda saber que este valor é recebido em uma das menores cidades do Estado do Paraná, Carambeí, que completará 23 anos de emancipação política neste ano.
Até parece que Carambeí vive um Conto de Fadas, onde a Prefeitura e a Câmara Municipal são uma espécie de “Vaticano”, uma república independente onde os governantes de plantão tudo podem, em detrimento da situação caótica do restante do município. E pior: a maioria que poderia fazer alguma coisa com estes verdadeiros absurdos, simplesmente se calam diante das atrocidades financeiras que são perpetuadas por pessoas que deveriam dar exemplo de moralidade pública.
O chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Carambeí, Márcio Taques, além de ganhar salário maior que o Prefeito Osmar Blum, conseguiu emplacar a esposa Maria Luisa Taques em um cargo dentro da Câmara Municipal com salário de mais de R$ 11 mil mensais. Maria é concursada como técnico legislativo, mas com adicionais e gratificações, seu salário fica quase três vezes maior que os salários dos vereadores, que ganham R$ 4.600, 00.
RÁDIO MZ FEZ A REVELAÇÃO
A situação foi revelada Rádio MZ FM 90,7. Já na semana passada, o diretor da emissora, Marcos Zampieri divulgadas informações contidas no Portal de Transparência da Prefeitura Municipal comprovavam que Márcio Taques recebe um salário de R$ 12.077,00 como chefe de Gabinete. Osmar Blum, como prefeito, recebe R$ 12 mil.
Nesta segunda-feira, 26, Zampieri voltou a mostrar a realidade para o povo carambeiense: não era somente na Prefeitura que exitem super-salários. Na Câmara Municipal, diversos assessores ganham mais do que o presidente Diego Macedo, que recebe pouco mais de R$ 7 mil por mês.
“Se compararmos os salários da Prefeitura e da Câmara Municipal de Carambeí com salários das mesmas funções de cidades maiores como Castro e Ponta Grossa, vemos que existe alguma coisa muito errada em Carambeí. Alguém precisa tomar alguma providência”, destacou Zampieri durante o Programa MZ Notícias (6h40 às 09h00 de segunda a sábado).
Em Castro, a mesma função de técnico legislativo ganha R$ 5.600,00. Castro tem mais do que o dobro de habitantes que Carambeí.  Outros cargos também tem salários maiores que o presidente da Câmara, e se comparados com as mesmas funções em municípios da região, mostram que Carambeí gasta muito com alguns cargos específicos, se comparados com outras cidades com maior arrecadação.
Em Ponta Grossa, 15 vezes maior que Carambeí, o chefe de gabinete ganha R$ 10 mil, mas é o mesmo salário que os demais secretários municipais. Na “república independente” de Carabeí é diferente: somente o chefe de gabinete ganha o super-salário, Os demais secretários ganham menos da metade.
As revelações caíram como uma bomba na população de Carambeí, que espera alguma providência do Ministério Público, que precisa ser provocado através de alguma denúncia ou pedido de providências.
Pode até ser que tais situações tenham sido criadas em outras administrações, e ao longo do tempo foram apenas – digamos – melhoradas. Porém, a moralidade no trato da coisa pública exige também correção de rumo para quem realmente quer prestar um serviço público de forma correta.
Enquanto isto, os “donos do poder” continuarão a ocupar cargos com salários nababescos.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →