Plauto afirma que fica no DEM, mas com liberdade para apoiar Ratinho JR

Deputado Plauto Miró permanecerá no DEM com a garantia de poder apoiar Ratinho Júnior. Foto: Divulgação.
O deputado estadual Plauto Miró enviou Nota Oficial a imprensa na tarde desta sexta-feira (6) confirmando que permanecerá no Democratas, mas destacou que recebeu a garantia de ter a liberdade de apoiar o deputado Ratinho Júnior ao governo do Estado.
Leia na íntegra a Nota Oficial do Deputado Plauto.
Estou em casa! E assim pretendo permanecer até quando for possível. Digo isso, pois, para mim, a casa é o lugar onde encontramos abrigo, conforto e segurança. É onde constituímos família e escrevemos nossa história.
A casa à qual me refiro é o Partido da Frente Liberal fundado em 1985 e hoje denominado Democratas. Mudou o nome, mas se mantiveram as convicções e os princípios que sustentam a busca pelo bem maior no do nosso país.
Foi aqui que cresci como homem, cidadão e político.
O pilar que sustenta essa estrutura é o compromisso com todas as formas de liberdade. Que preza pelo desenvolvimento econômico, o fim da burocracia, a descentralização dos poderes e o direito à propriedade.
Os propósitos estabelecidos na carta que rege os rumos do partido se pôs à frente do contraditório. Fiquei comovido diante da atitude dos velhos amigos que fizeram valer a minha liberdade de escolha.
Fico no Democratas após receber a garantia de que a minha decisão de apoiar a pré-candidatura de Carlos Massa – Ratinho Júnior será respeitada. Até porque, estamos distantes ainda do período das convenções quando, de fato, iremos definir qual o caminho a nossa Legenda irá trilhar.
Teremos tempo para mais debates. E serão nesses momentos que terei a oportunidade de continuar defendendo a ideia de apoiar um novo projeto para o Paraná.
   Plauto Miró Guimarães – deputado estadual

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →