VCG entra com ação contra vereador por calúnia e difamação

Vereador fez duros ataques a empresa VCG e deverá responder ação na justiça.
Fontes ligadas ao alto comando do Grupo Gulin, que administra a Viação Campos Gerais em Ponta Grossa, confirmaram que a empresa peticionou ação na justiça contra o vereador George Luiz de Oliveira (PMN) por suposto crime contra a honra, tipificados no Código Penal de crimes de calúnia e difamação.
George fez fortes pronunciamentos atacando a VCG na Câmara Municipal de Ponta Grossa. Na segunda-feira, dia 11, o vereador teria dito (de acordo com a ação) que “a família Gulin é constituída de bandidos piores que assaltantes a mão armada”. Já na quarta-feira (11) George voltou a atacar, dizendo que vai abrir uma “guerra contra a VCG”, fazendo críticas generalizada ao Grupo Gulin, afirmando publicamente que “essa família vem a décadas roubando os munícipes”.
O vereador ainda convocou os demais parlamentares para que se juntassem a ele na tentativa de convencer a Prefeitura Municipal a abrir uma nova licitação para o transporte coletivo em Ponta Grossa.
O Grupo Gulin não se manifestou oficialmente sobre o ocorrido.
  • Colaboração Especial do jornalista Luiz Carlos Pimentel.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *