Câmara derruba veto do prefeito ao projeto de proteção animal

Dr. Magno, Rogério Quadros e Eduardo Kalinoski. Vereadores utilizaram a tribuna na sessão desta quarta-feira (19). Foto: Kauter Prado.
A Câmara Municipal de Ponta Grossa derrubou, por 22 votos contrários, o veto do prefeito Marcelo Rangel a Lei 13.233 que institui a Semana Educacional Gralinha Azul, evento que pretende conscientizar os estudantes da rede municipal de ensino quanto a preservação da vida animal, combato aos maus tratos contra animais, entre outras iniciativas.
A Lei, oriunda de um projeto apresentado pelo vereador Dr. Magno (PDT) foi vetada parcialmente pelo prefeito, em artigos que são a essência do projeto, e caso fossem mantidos, estes vetos inviabilizariam a aplicação da nova Lei.
Assim, até mesmo os vereadores governistas entenderam que houve exagero nos vetos do prefeito e derrubaram por unanimidade dos presentes, já que o vereador Pastor Ezequiel (PRB) foi o único ausente da sessão desta quarta-feira (19).
PREOCUPAÇÃO COM A SAÚDE
O vereador Rogério Quadros (MDB) utilizou a tribuna da Câmara, como usualmente faz em todas as sessões, para criticar as ações (ou falta delas) por parte da secretaria de Saúde do município. Contou o vereador que procurou a secretária Ângela Pompeu para receber algumas informações sobre o atendimento à população, e depois de alguns questionamentos, a secretária passou a não mais atendê-lo.  “Não preciso que me atenda. Precisamos que atenda a população que tanto precisa”, exclamou Quadros.
CAMBISTAS EM AÇÃO
O vereador Eduardo Kalinoski (PSDB) voltou a criticar a atuação dos cambistas que atuam junto ao Terminal Central, comercializando créditos do transporte coletivo. O parlamentar destacou que já notificou a Polícia Miliar e a Polícia Civil sobre tal prática, mas nenhuma providência foi tomada para coibir e até impedir este comércio irregular.
JORGE ALFINETA PREFEITO
Por sua vez Jorge da Farmácia utilizou a tribuna para criticar o prefeito Marcelo Rangel novamente. Segundo Jorge, o setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde deveria funcionar em horários alternativos para atender aos chamados da população. O vereador do PDT criticou também o veto do prefeito a Lei da Semana Gralinha Azul. “Mas, se o prefeito não gosta de pessoas, que dirá gostar de animais”, alfinetou Jorge.
PUXÃO DE ORELHA
O presidente Sebastião Mainardes Júnior (DEM) precisou dar um puxão de orelha em seus comandados na sessão desta quarta-feira (19). Enquanto o vereador Rogério Quadros fala na tribuna, Mainardes precisou intervir para pedir aos demais vereadores que fizessem silêncio no plenário. Tal situação é recorrente. A maioria dos vereadores nem dá bola para quem está utilizando a tribuna, salvo algumas exceções, e ainda por cima fazem conversas paralelas que atrapalham a comunicação parlamentar.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →