Rangel se afasta do cargo para cuidar da campanha do irmão, enquanto isto Corpo de Bombeiros clamam por ajuda

Prefeito Marcelo Rangel se licenciou para fazer campanha para o irmão, e deixar Corpo de Bombeiros sem ajuda.
Enquanto o Prefeito Marcelo Rangel se licenciava para trabalhar na campanha do irmão Sandro Alex, que tenta mais uma reeleição para deputado federal, o Corpo de Bombeiros de Ponta Grossa, literalmente de “pires na mão” garimpa ajuda para tentar equipar suas unidades e atender as emergências na cidade.
O Jornal da Manhã e o Portal A Rede, publicaram seguidas matérias sobre a descaso do Governo do Estado para com o Corpo de Bombeiros de Ponta Grossa, especialmente na falta de fornecimento de carros de combate a incêndio.
Atualmente, a corporação conta com um veículo médio para atender toda a cidade e distritos. Existe um outro veículo maior, mas devido ao tamanho, não consegue adentrar em algumas ruas, o que impossibilita sua utilização na maioria dos casos.
Enquanto isto, as unidades de Uvaranas, Nova Rússia e do Distrito Industrial, estão sem veículo de combate a incêndio, o que é uma situação grave, pois em caso de duas ocorrências ao mesmo tempo, poderá impossibilitar o atendimento de uma delas, ou pelo menos, atrasar consideravelmente este atendimento.
Mas, para o prefeito Marcelo Rangel esta situação do Corpo de Bombeiros não tem importância. Para ele, talvez, seja mais importante tentar pedir votos para o irmão e para o candidato preferido dele a governador.
A responsabilidade por equipar o Corpo de Bombeiros, é do Governo do Estado. Todos sabemos. Entretanto, o prefeito, como autoridade máximo do município, tem o dever de cobrar do Estado as providências necessárias em sua cidade. Ou não? Estou errado em pensar desta forma? Tenho certeza de que não.
A licença do prefeito para pedir votos para seu irmão pode até ser legal, mas não é moral. Ele não foi eleito para pedir votos em época de eleição para terceiros, e sim, cuidar da cidade que ele prometeu atender em todas as situações. Ou seria mais uma promessa não cumprida do atual prefeito?
Se realmente estivesse preocupado com a cidade, Rangel deveria estar a esta hora batendo no gabinete da Governador Cida Borghetti, cobrando dela a entrega de equipamentos para o nosso Corpo de Bombeiros.
A tá…mas, puxa vida…esqueci! Marcelo Rangel, mesmo sendo do PSDB de Beto Richa, traiu o ex-governador e a própria governadora e, tal qual seu irmão, vai pedir votos para Ratinho Júnior, que é de outra coligação e de outro partido.
Aí não tem condições mesmo! Para saciar a sede interminável de poder e ambição, Rangel prefere puxar o saco de Ratinho Júnior para tentar, quem sabe, uma posição no governo mais tarde, e simplesmente abandona sua responsabilidade assumida perante a população em 2016.
Enquanto isto, torcemos para incêndios não ocorram em nossa cidade. E se ocorrerem, que sejam um de cada vez, para que o Corpo de Bombeiros possa atendê-los com as condições que dispõe atualmente.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →