Rogério Quadros apoia projeto que pretende reduzir número de vereadores

Vereador Rogério Quadros manifestou apoio a proposta de redução do número de vereadores. Foto: Kauter Prado CMPG
O vereador Rogério de Paula Quadros (MDB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa nesta quarta-feira (31) para se pronunciar favoravelmente ao projeto que tramita no legislativo e que prevê a redução no número de vereadores, das atuais 23, para 19 cadeiras.
Rogério fez uma longa análise da proposta, demonstrando inclusive a disposição dos novos governos do Estado do Paraná, com Ratinho Júnior, e do Governo Federal, com o presidente eleito Jair Bolsonaro, em reduzirem o número de secretarias e ministérios, e consequentemente, reduzirem as despesas com cargos e pessoal.
“Cada vereador custa R$ 30 mil por mês aos cofres públicos. Reduzindo 4 cadeiras, teremos uma economia de R$ 120 mil por mês, valor que dá pra fazer muita coisa para a população”, destacou Rogério.
O vereador ressaltou ainda que existe um clamor popular para que o poder público reduza suas despesas e possam aumentar os investimentos em saúde, educação e segurança, entre outras prioridades. “Precisamos ouvir a voz do povo”, disse Quadros.
O parlamentar lembrou ainda que, se ainda estiver no plenário até a votação da matéria, vai votar favoravelmente e convidou os demais pares para que também aprovem o projeto.
“Sei que meu mandato vai até 31 de dezembro, mas até lá pretendo votar tudo que for importante para a população”, destacou Quadros.
Rogério Quadros é suplente na coligação, sendo que a cadeira titular pertence ao vereador Pietro Arnaud, que está ocupando um cargo no Gabinete Civil do Governo Estadual, mas deve retornar ao seu mandato em dezembro, muito provavelmente, para as eleições da Mesa Executiva.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →