Decisão judicial abre espaço para o retorno de Paulo Valenga e Emerson Sheik

Emerson “Sheik” e Paulo Valenga também devem retornam aos mandatos na Câmara de Carambeí. Foto: Arquivo.
A decisão do Juiz da Vara da Fazenda Pública de Castro, Rodrigo Yagabata Endo, proferida na última segunda-feira (7) cancelou o Decreto Legislativo que cassou os mandatos dos vereadores Jeverson Gomes da Silva, Paulo Valenga e  Emerson Plovas Bueno. A setença deverá alterar a composição do plenário da Câmara Municipal de Carambeí nos próximos dias.
Ocorre que a decisão liminar determina o retorno do vereador Jeverson imediatamente ao mandato eletivo, conforme ofício expedido pela vara no dia 10 de janeiro. O presidente Diego Silva tem 10 dias para cumprir a determinação judicial.
Embora este processo tenha sido impetrado pelo vereador Jeverson Gomes da Silva, ele abrange os outros dois vereadores cassados, uma vez que o juiz determinou a anulação do decreto legislativo assinado pelo ex-presidente Diego Macedo.
Com isto a expectativa é que dentro do prazo estipulado pela justiça, o atual presidente determine o retorno dos vereadores titulares aos respectivos mandatos.
Caso isto não ocorra de ofício, Paulo Valenga e Emerson Plovas Bueno, o “Sheik”, devem também impetrar ação idêntica para garantir que o judiciário determine o retorno de ambos as suas cadeiras no legislativo de Carambeí, tal qual ocorreu com o Jeverson Gomes da Silva.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *