Ex-deputado denunciado por fraude no SUS tem cargo no governo Ratinho Júnior

Ex-deputado Ademir Bier e Governador Ratinho Júnior. Políticos sem mandato são premiados com cargos no governo estadual. Foto: Arquivo.
As promessas do governador Ratinho Júnior, ainda como candidato durante a campanha do ano passado, de realizar uma gestão diferente, moderna e transparente, uma “política nova” como ele mesmo disse, parece ser discurso preparado para período eleitoral. Na prática, seu governo – embora esteja no começo – parece recheado de velhas práticas da política.
Um exemplo disto é a distribuição de cargos em comissão para ex-deputados que não conseguiram a reeleição em 2018, ou estava na geladeira desde 2014. Quatro ex-parlamentares foram aquinhoados por cargos na estrutura administrativa do governo estadual. São eles:
  • Miltinho Pupio (PSC), que passou pela Assembleia Legislativa do Paraná entre 1995 e 2010. O ex-deputado é natural de Jandaia do Sul, mesma cidade de nascimento do governador. Foi nomeado assessor especial na Casa Civil com salário em torno de R$ 12 mil.
  •  Edson Praczyk (PRB), pastor evangélico e ex-deputado por cinco mandatos, não foi candidato no ano passado. Cargo comissionado na Celepar.
  • Alexandre Guimarães (PSD) não foi reeleito em outubro de 2018, foi nomeado assessor especial na vice-governadoria com salário de mais de R$ 23 mil.
  • Luis Accorsi (PSDB) não foi reeleito em 2014. Nomeado para um cargo na vice-governadoria com salário em torno de R$ 15 mil.
  • Ademir Bier (PSD). Deputado de cinco mandatos, Bier não se reelegeu em 2018 e vai ocupar uma cargo na diretoria de Obras da Cohapar.
          Talvez o caso mais emblemático seja do ex-deputado Ademir Bier, que foi envolvido em um caso de fraude no SUS em dezembro do ano passado. Ele é investigado pela justiça por suposto envolvimento em um esquema que cobrava pedágio para que pessoas avançassem na fila do SUS por indicações políticos junto a hospitais e médicos do sistema.
           Bier não foi reeleito, mas trocou o MDB pelo PSD (partido do governador) no começo do ano passado.
          Nesta esteira, o governo de Ratinho Júnior vai aumentando o nível de desconfiança do opinião pública paranaense, que fica sem saber até que ponto realmente o novo governo representa uma nova política, ou apenas as velhas práticas revestidas de nomes novos, apenas.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

 

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *