Sem depósito da contrapartida da prefeitura, obras do Lago de Olarias estão lentas

Deputada Mabel Canto solicitou informações do governo estadual sobre o Lago de Olarias. Foto: Divulgação.
A deputada Mabel Canto apresentou requerimento na Assembleia Legislativa com pedido de informação à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano sobre a razão da paralisação da obra do Lago de Olarias, constantemente reclamação dos moradores da região.
Em resposta, a SEDU informou que a previsão de conclusão da obra é de 12 de junho de 2019 e que o cronograma inicial previa seis medições, sendo que até o momento foram realizadas três medições, totalizando o valor executado de R$219.545,25. Entretanto os valores ainda não foram pagos em virtude do município de Ponta Grossa não ter depositado a contrapartida prevista no contrato.
Por contrato foi previsto o valor da obra de R$ 4.095.537,39, sendo que o convênio celebrado com o Governo do Estado previu o repasse de R$ 3.500.000,00 da SEDU e R$ 1.132.360,54 de contrapartida do Município de Ponta Grossa. Explica o secretário João Carlos Ortega em resposta a deputada Mabel, que não houve interrupção da obra, mas que a execução da mesma está lenta e que os pagamentos não foram autorizados em virtude da ausência da contrapartida por parte do município. A informação do Governo do Estado está disponível no site da deputada www.mabelcanto.com.br.
* Da assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →