De volta da China, é bom que Ratinho Júnior abra os olhos

Governador Ratinho Júnior retornou da China com um bom número de problemas. Foto: Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo.
O Governador Ratinho Júnior voltou da China, de onde esperamos, venham de fato novos e importantes investimentos para o Paraná. Se bem que desconfio destas viagens internacionais, onde os governadores e/ou prefeitos vão com o pretexto de trazer investimentos internacionais.
Nesta esteira da desconfiança, lembro da viagem do prefeito Marcelo Rangel à Coréia do Sul, de onde, até o presente momento, nem um cartão postal desembarcou em Ponta Grossa. Gasto de dinheiro público desnecessário.
Outra viagem mais catastrófica ainda, foi do Beto Richa e sua trupe para a Europa, quando inusitadamente passaram pela França, onde se deliciaram com a boa vida de Paris às custas do erário paranaense. Tanto foi o escândalo, que e Justiça mandou Richa devolver aos cofres públicos mais de 100 mil reais gastos na farra na Cidade Luz.
Ratinho Júnior voltou ao Brasil prometendo os tais investimentos da China. Tomara que eles venham, pois do contrário teriam sido 10 dias de puro turismo bancado pelo povo do Paraná.
Enquanto espera a vinda de investimentos chineses, o governador precisa ficar atento e com os olhos bem abertos (me perdoem o trocadilho): por aqui tem o escândalo do reajuste da tarifa da água, tem a gritaria dos servidores que estão há 3 anos se reajuste de salários, tem escola sem a vigilância dos policiais militares da reserva, tem a Agepar sem função alguma, e uma série e promessas para serem cumpridas.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →