Privilégio dos ex-governadores: Mabel Canto votou contra; Plauto Miró não compareceu

Mabel cumpriu o que prometeu na votação e Plauto Miró esteve ausente por questões médicas. Foto: Divulgação.
A discussão envolvendo o fim do privilégio dos ex-governadores que recebem aposentadoria, assim como algumas viúvas, mostrou como votaram os deputados que representam Ponta Grossa e a região dos Campos Gerais.
É importante destacar que a proposta de mudança na Constituição Estadual foi do Governo do Estado, prevendo que daqui em diante, a partir de Ratinho Júnior, os ex-governadores não receberão mais aposentadoria.
Durante o trâmite da proposta na Comissão Especial, foi apresentada uma emenda que previa o fim do recebimento do subsídio para os atuais ex-governadores, um total de 8, além de mais 3 viúvas. A emenda chegou a contar com 32 assinaturas na comissão.
Porém, no plenário a história foi diferente. Eram necessários 33 votos para que a proposta fosse aprovada, porém, apenas 27 votaram pela extinção deste verdadeiro absurdo feito com o dinheiro público.
Outros votaram contra, alguns se abstiveram da votação mesmo estando em plenário e outros ainda não compareceram à sessão.
Dos deputados aqui da região, Mabel Canto fez o que tinha prometido: votou a favor da extinção da “mamata” daqui por diante e também por acabar com as atuais aposentadorias, como disse em entrevistas que iria fazer.
Já o deputado Plauto Miró não compareceu a sessão realizada na manhã da última quarta-feira (15). De acordo com a assessoria do deputado, Plauto não compareceu a Assembléia no dia da votação da PEC e da emenda, porque estava “sob supervisão médica’.
Em nota, o deputado disse ainda que “sempre foi a favorável ao fim da aposentadorias e que se manifestou publicamente sobre isto”.
Entretanto, um dia antes da votação, Plauto disse em entrevista, que votaria à favor do fim das aposentadorias conforme o projeto original, ou seja, dos futuros ex-governadores. Mas, na mesma entrevista, disse que não tinha definido voto ainda sobre o fim do privilégio dos atuais que já recebem.
O que a população do Paraná tem a lamentar é que os deputados estaduais perderam uma ótima oportunidade de acabar com este verdadeiro absurdo, um escárnio mesmo, pagamento de aposentadoria para ex-governadores e viúvas. Lamentável.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →