Daniel Milla cobra mais investimentos da Sanepar para evitar o desabastecimento

“Não podemos mais aceitar a falta de investimentos por parte da Sanepar em nosso município”, Daniel Milla. Foto: Kauter Prado – CMPG.
O presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa, vereador Daniel Milla, postou um vídeo nas redes sociais nesta quarta-feira, dia 12, cobrando da Sanepar o cumprimento do contrato com o município de Ponta Grossa, bem como mais investimentos para que não ocorram mais problemas de falta de água como aconteceu no começo da semana, quando mais da metade da cidade ficou com abastecimento por 24 horas.
Milla disse que conversou com os demais vereadores, os quais também se mostram preocupados com a situação. “Cobramos da Sanepar uma explicação sobre o problema e eles nos relataram que uma adutora havia se rompido no domingo a noite, e com a correção do problema, no dia seguinte, houve um outro rompimento. Agora, a dúvida que fica: quem paga esta conta?”, indagou o presidente do legislativo.
QUEM PAGA A CONTA?
“Quem paga esta conta é a população, que tem uma tarifa alta, que paga o que não consome, que não tem voz para cobrar, porque muitas vezes liga no 0800 e a Sanepar não atende”, destacou Milla.
O presidente da Câmara revelou ainda que conversou com o prefeito Marcelo Rangel sobre o problema e que definiram por enviar alguns questionamentos a Sanepar sobre a situação, e a resposta da empresa foi de que estaria trabalhando atualmente em sua capacidade total em Ponta Grossa e que não seria possível realizar mais ligações de água na cidade.
E O PLANEJAMENTO?
“Agora pergunto para a Sanepar: onde estava o planejamento? Onde esta previsto o crescimento e expansão da nossa cidade que deveria estar planejado no contrato assinado em 2006?”, indagou Milla.
Para o presidente, “não é possível mais permitir que a Sanepar continue este trabalho em um planejamento adequado a cidade de Ponta Grossa, exigimos explicações e queremos também os relatórios dos investimentos previstos para nossa cidade e não volte a ocorrer novamente a falta de água, caso a empresa queira mesmo renovar o contrato em 2021”.
Mila destacou ainda que estará monitorando, juntamente com sua equipe de assessores e demais vereadores, os problemas encontrados pela população, a qual poderá relatar problemas de falta de água e outras situações com a Sanepar, através dos canais de comunicação da Câmara Municipal nas redes sociais, ou ainda nos gabinetes dos vereadores durante o horário de expediente do legislativo.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *