Delegado Recalcati pede informações sobre aterro na região do Rio Guaraúna

O deputado Delegado Recalcati pediu informações sobre a construção do aterro às margens do Rio Guaraúna, entre Ponta Grossa e Teixeira Soares.
O deputado Delegado Recalcatti (PSD) manifestou preocupação com a construção de um aterro sanitário pela iniciativa privada na área rural do município de Teixeira Soares, próximo às margens do rio Guaraúna e da divisa com o município de Ponta Grossa. Vereadores dos dois municípios procuraram o parlamentar, na semana passada.
Eles apresentaram manifestações emitidas pelo Ministério Público, que abriu procedimento administrativo há quase um ano. Segundo eles, há irregularidades na emissão das licenças ambientais. O mais grave, porém, foram fotografias divulgadas nas redes sociais na semana passada, em que a obra aparece submersa por causa das fortes chuvas naqueles dias.
De acordo com os vereadores Celso Cieslak, de Ponta Grossa, e Emerson dos Santos, presidente da Câmara do Município de Teixeira Soares, e o presidente da Associação de Moradores da Colônia de Guaraúna, Valberto Zagobinski, a preocupação é com materiais poluentes que, se o aterro sanitário já estivesse funcionando, poderiam alcançar as águas do rio Guaraúna.
Delegado Recalcatti encaminhou às autoridades ambientais requerimento com pedido de providências para que esclareça a situação e também tome as providências cabíveis. O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário de Meio Ambiente e Turismo, Márcio Nunes, sobrevoaram a área e anunciaram que o IAP deve apresentar um relatório em duas semanas.
  • Da assessoria Alep.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →