Trincheira do Los Angeles: fazer evento de inauguração é passar vexame e assinar atestado de incompetência

Evento para inaugurar obra da Trincheira seria assinatura de atestado de incompetência para o governo do estado.
O Secretário de Estado da Infraestrutura, deputado federal licenciado, Sandro Alex, anunciou na metade do mês de maio que a famosa Trincheira do Los Angeles seria entregue em 30 dias. Me parece que este prazo expira no dia 15, próximo sábado. Muito bem… por todo o ocorrido, tomara que o secretário tenha razão e acerte em sua previsão.
Entretanto, cabe aqui salientar que qualquer manifestação de realizar um evento para inaugurar a Trincheira seria o mesmo que assinar um termo de incompetência para o governo do Estado, uma vez que a obra está completando 5 anos. Seria um vexame total.
Claro e evidente que a culpa não é deste governo, embora o governador Ratinho Júnior fosse um das figuras de destaque nas duas gestões de Beto Richa. Mas, para utilizarmos a verdade como baliza, o DRE, órgão estadual responsável pelos serviços, não estava sob sua tutela, e sim do irmão do ex-governador,  Pepe Richa, que tal qual seu chefe, já foi preso e indiciado pelo envolvimento em esquemas de corrupção, segundo o Ministério Público.
A culpa da obra do Los Angeles também não é de Sandro Alex. Mas, quando ele assume a responsabilidade, dando o prazo para término dos serviços, está colocando o seu nome embaixo desta verdadeira confusão que é a trincheira, cheia de mistérios, dúvidas e incertezas, começando pelos valores aditivados que triplicaram o orçamento inicial.
Portanto, seria de bom tom, que algum assessor mais próximo do secretário Sandro Alex, bem como do governador Ratinho Júnior, chegasse em conversa ao pé do ouvido e sugira a desistência de qualquer tentativa de comemorar a entrega da obra.
Já esta de bom tamanho quanto estiver concluída e entregue para a população que mora e trabalha na região, embora seja necessária uma investigação profunda dos custos e das responsabilidades pretéritas quanto a valores e autorizações de aditivos.
Caso persistam na ideia de realizar tal evento, Sandro e Ratinho podem ter contra si os respingos da incompetência pelo exagero na demora da conclusão da obra e da má gestão do dinheiro público.
Não consigo imaginar entrar numa barca furada destas.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *