Servidores estaduais consideram proposta do governo “uma piada” e continuam greve

Servidores estaduais prometem nova manifestação na próxima segunda-feira. Jogo duro com o governo.
Os sindicatos representantes das diversas classes de servidores públicos estaduais simplesmente repudiaram a proposta de reajuste apresentada pelo Governador Ratinho Júnior na quarta-feira (3).
Acontece que o Fórum das Entidades Sindicais (FES/PR) dos servidores públicos estaduais decidiu, nesta quinta-feira (4), rejeitar a proposta do governo de reajuste de 5,09% parcelado até 2022 e manter a greve. A entidade considerou que a proposta do governo encaminhada ontem à Assembleia Legislativa é insuficiente para convocação de assembleia gerais das categorias, e alguns líderes consideraram até “uma piada” diante da revindicação dos trabalhadores.
Os servidores querem um reajuste imediato de 4,94%, considerando que as perdas salariais atingem mais de 17% desde 2016, quando o governo Beto Richa congelou os salários dos servidores estaduais.
Líderes do movimento anunciaram que farão nova manifestação na próxima segunda-feira, ao mesmo tempo que iniciarão diálogo com os deputados estaduais para aprovar uma proposta que atenda os anseios da classe.
Parece que o tiro do governador Ratinho Júnior saiu pela culatra. Quando era deputado e candidato, pregava o diálogo e defendia os servidores. Agora, do outro lado do bancão, considera a greve um “abuso” e não quer conversar “tete-a-tete” com os trabalhadores. É a versão 3.0 de Ratinho Júnior.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →