Câmara de PG votará contas desaprovadas de Wosgrau em setembro

Ex-prefeito Pedro Wosgrau Filho teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas e pela COF da Câmara Municipal. Cabe agora ao plenário decidir. Foto: Arquivo.
A Câmara Municipal de Ponta Grossa votará o parecer contrário pela aprovação da Prestação de Contas do ex-Prefeito Pedro Wosgrau Filho do ano de 2009, dado pelo Tribunal de Contas do Paraná, na primeira sessão de setembro, mais provavelmente no dia 02. Foi o que informou o presidente do legislativo, Daniel Milla, a reportagem do Política Em Destaque nesta quinta-feira, 22.
De acordo com Milla, “a Comissão de Orçamento e Finanças já deu parecer na Tomada de Contas de 2009 do ex-prefeito Pedro Wosgrau Filho, e portanto, não tem mais porque ficar esperando para levar ao plenário para apreciação dos senhores vereadores. Vamos colocar na Ordem do Dia provavelmente do dia 02 de setembro”, destacou.
O TC deu parecer contrário a aprovação da prestação de contas do exercício de 2009, segundo o qual, houve gastos irregulares das verbas com edução e saúde, além de gastos em desacordo com a lei de Responsabilidade Fiscal. Este processo foi enviado à Câmara Municipal, a qual, através da Comissão de Orçamento e Finanças, entendeu por manter o parecer do TC.
Cabe agora aos vereadores confirmarem se acatam o parecer do Tribunal e também da COF da Câmara Municipal, ou não. Para qeu Wosgrau não tenha as contas rejeitas pelo legislativo, precisará de 16 votos para derrubar o parecer da comissão interna.
Há quem diga que se o plenário não derrubar o parecer da comissão e do Tribunal de Contas, Wosgrau pode se tornar inelegível, o que evidentemente coloca mais pimenta no tempero da sucessão do prefeito Marcelo Rangel.
Ao que parece, Wosgrau não estaria disposto a concorrer no ano que vem, mas segundo comentários de bastidores na Câmara Municipal, caso seja “desafiado” pela Câmara, o ex-prefeito pode até mudar de opinião e demonstrar desejo em disputar mais uma eleição para prefeito. Existem tons de ameaças de ambos os lados, já que tal narrativa pode ser interpretada como um desafio aos vereadores.
OUTRAS TOMADAS EM CONTAS
Existem outros processos de análise de Tomadas de Contas de ex-prefeitos enviados pelo TC, mas que ainda não tem parecer da Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara Municipal. Além desta de 2009 já analisada pela COF e que pode complicar Wosgrau, o ex-prefeito tem ainda mais dois processos a serem analisados, relativos aos anos de 2008 e 2012.
O ex-prefeito Jocelito Canto tem uma prestação de contas para parecer da comissão, do ano de 2000 e o prefeito Marcelo Rangel tem uma prestação de contas do primeiro ano de seu mandato (2013) na mesma situação.
Pelo andar da carruagem, este assunto deve render ainda muitos comentários e muitas polêmicas, não somente porque envolve a prestação de contas de ex-prefeitos, mas também porque existe o componente político, em função das próximas eleições municipais. E neste aspecto, é importante salientar dois ditados muito usados: “chumbo trocado não dói” e “no final, vamos ver quem tem mais garrafa vazia pra vender”.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

 

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →