Saiba porque a transformação do Centro de Eventos em um Pólo de Tecnologia é uma boa ideia!

Centro de Eventos de Ponta Grossa já foi local para grandes eventos. Agora está em desuso.
A proposta do prefeito Marcelo Rangel em transformar o Centro de Eventos de Ponta Grossa em um Pólo Tecnológico para que empresas possam devolver produtos e serviços inovadores é, sem dúvida alguma, uma das melhores ideias do atual governo.
Entre erros e acertos, boas ideias e equívocos, como todo governo enfrenta, o atual tenta resolver dois grandes problemas do Centro de Eventos: um local em desuso e que acaba gerando o segundo problema, ou seja, um alto custo de  manutenção.
Moro há 2 anos próximo ao Centro de Eventos e vejo que aquele local não tem uma utilização suficiente para justificar que a Prefeitura continue gastando tanto dinheiro público com um local quase abandonado.
Poucos shows e eventos são realizados durante o período de um ano. A Munchenfest, ano passsado, foi no Parque Ambiental e a EFAPI utiliza mais o espaço do Centro Agropecuário do que exatamente o Centro de Eventos.
Portanto, nada mais lógico e do que utilizar aquele local para que empresas possam trabalhar, gerando ideias, produtos, empregos e fazendo a roda da economia girar.
Existe uma preocupação de algumas pessoas de onde serão realizados os grandes eventos da cidade. Ora, convenhamos, que Ponta Grossa nem tem recebido grandes shows e eventos recentemente. E nem mesmo o Centro de Eventos tem sido utilizado para estes fins.
Promotores de eventos privados tem outras alternativas e nada impede, futuramente, que o município, sempre com a participação da iniciativa privada, construa outro Centro de Eventos em local mais apropriado.
Agora, é preciso que tudo seja feito com calma e transparência. A Prefeitura Municipal precisa discutir com a sociedade, de maneira aberta, como será feito a cessão ou concessão do Centro de Eventos para a iniciativa privada. Quais são os termos, analisando todos os pontos negativos e o impacto positivo, mostrando claramente para a população como será este processo.
Vimos recentemente que o processo de concessão do Mercado Municipal para a iniciativa privada, não foi exatamente um modelo de sucesso. Na verdade, foi um desastre total. Por isto, é preciso ter calma, não atropelar as etapas e ser, antes de tudo, transparente.
Agindo desta forma, o governo municipal poderá obter sucesso nesta proposta e deixar um legado importante para  a economia da cidade.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →