Prefeitura quer transformar antigo Hospital Unimed em UPA 24 horas

Anuncio foi feito na tarde desta terça-feira (10) no gabinete do prefeito. Foto: Divulgação.
Depois de analisar e estudar as melhores possibilidades para a utilização do espaço, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Saúde (FMS), anunciou, na tarde de hoje (10), que o antigo Hospital Unimed será transformado em uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, com administração municipal. O prédio é do Governo Estadual e estava cedido para o Hospital Unimed usar como maternidade e prestar atendimentos aos pacientes que precisavam do Sistema Único de Saúde (SUS). O local voltou para o Governo do Estado, que encaminhou a utilização do espaço para a Prefeitura de Ponta Grossa.
“Neste momento estamos realizando o projeto arquitetônico (reforma), para ambiência mínima obrigatória conforme determinada em Portaria. Aquisição de equipamentos e demais melhorias serão feitas no local, para que esteja em conforme e comece a operar no final deste ano e início do ano que vem”, destaca o prefeito Marcelo Rangel.
A estrutura atenderá nos mesmos moldes da UPA 24h localizada na região da Santa Paula. “A UPA faz parte da rede de atenção às urgências. O objetivo é concentrar os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a Atenção Básica, Atenção Hospitalar, Atenção Domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Desta forma, a população terá uma melhoria no acesso, um aumento da capacidade de atendimento do SUS”, explica a presidente da FMS, Angela Pompeu.
A UPA 24h oferece estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. A nova estrutura poderá atender cerca de 10 mil pessoas por mês. “O local presta atendimento resolutivo e qualificado aos pacientes acometidos por quadros agudos ou agudizados de natureza clínica, e presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir a conduta necessária para cada caso, bem como garantir o referenciamento dos pacientes que necessitarem de atendimento”, ressalta o Dr. Rodrigo Manjabosco.
O município ainda conta com outros serviços de urgência e emergência localizados junto aos Hospitais Municipais João Vargas de Oliveira e Amadeu Puppi, UPA Santa Paula 24h e Samu. “A intenção de abrir mais um serviço 24h é de reordenar a Atenção à Saúde em situações de urgência e emergência de forma coordenada entre os diferentes pontos de atenção que a compõe, de forma a melhor organizar a assistência, definindo fluxos e as referências adequadas”, diz Rangel.
Para o novo serviço entrar em funcionamento a FMS irá solicitar ao Ministério da Saúde a opção VIII de custeio, ou seja, de habilitação R$ 250 mil e posteriormente quando qualificada R$ 250 mil, totalizando R$ 500 mil de custeio mensal. Cerca de 200 funcionários irão trabalhar no local.
  • Da assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *