Eleições Municipais: Eles querem representar a direita em Ponta Grossa

Márcio Ferreira, Ricardo Zampieri e Keyla Sanson, pré-candidatos esperam disputar a preferência dos eleitores de direita de Ponta Grossa.
Com as datas das eleições municipais ainda na pendência de aprovação no Congresso Nacional, as conversas entre pretensos candidatos a prefeitura de Ponta Grossa permanece nos bastidores. Até porque, as demais movimentações e ações dependem das alterações de datas e prazos que estão sendo discutidas em Brasília.
Uma ala que vem se movimentado são os candidatos que se consideram de direita e devem disputar a preferência de seus partidos e coligados para encabeçar uma chapa para prefeito. Deste grupo, três nomes se destacam: o ex-secretário Márcio Ferreira (PSL), o vereador Ricardo Zampieri (Republicanos) e a empresária Keyla Sanson (Patriota).
Todos estes pré-candidatos tem como bandeira a defesa dos preceitos dos partidos de direita que representam, bem como a defesa das propostas e propósitos do presidente Jair Bolsonaro, que em Ponta Grossa, recebeu 75% dos votos no segundo nas eleições presidenciais de 2018.
E é justamente neste capital de votos que Márcio, Ricardo e Keyla, apostam para convencerem, primeiramente os convencionais dos partidos envolvidos e depois a população, o porque devem receber a preferências no próximo pleito.
Márcio Ferreira foi secretário de Serviços Públicos nos últimos anos e é considerado fiel escudeiro do Prefeito Marcelo Rangel. Com presença constantes nas redes sociais, com fotos, vídeos e postagens de seu trabalho como secretário municipal, Márcio já deixou claro sua posição ideológica na defesa dos ideais de direita. Além disto, Márcio disputa a vaga de quem será o candidato oficial do grupo que governa a cidade há quase 8 anos. O páreo é duro, mas Ferreira tem se posicionado quase que de forma intransigente quanto a sua pré-candidatura.
Já Ricardo Zampieri, mesmo estando em um partido totalmente de direita, uma vez que o Republicanos é da base de sustentação do governo federal, é oposição ao atual governo municipal na Câmara Municipal. Embora muitos interlocutores entendam que uma reeleição para vereador fosse mais estratégica neste momento, devido a quantidade de votos que o parlamentar poderia obter em sua segunda eleição, Ricardo tem dito e repetido que, se for candidato este ano, será para prefeito e descarta a tentativa de reeleição. Para isto, vem costurando o apoio de diversos outros partidos, como PMB, PTC e o Cidadania.
A empresária Keyla Sanson, fez campanha para o presidente Jair Bolsonaro e esteve a frente de diversas manifestações em apoio ao atual governo. Presidente local do Patriota, Keyla defende os ideias de direita, bem como o envolvimento cada vez maior das mulheres na política. Keyla também é atuante nas redes sociais, onde mostra com clareza sua linha de pensamento de atuação política.
Sendo assim, o eleitor pontagrossense que tem alinhamento político com os ideias de direita, deverá ter algumas opções nas próximas eleições, embora isto não se torne garantia para estes eventuais candidatos de votação em peso dos direitistas.
Entretanto, eles apostam que boa parte dos votos dados ao presidente Jair Bolsonaro possam de fato, serem direcionados para candidatos alinhados com o governo federal, pois acreditam também que o eleitor de Ponta Grossa, em sua maioria, é conservador nos costumes, fator que pode ser decisivo para a escolha deste ou daquele nome na hora do voto.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *