Rangel e Sandro dizem que ainda não é o momento de falar sobre eleição

Marcelo Rangel e Sandro Alex, durante o Programa Nilson de Oliveira, na Rádio Mundi FM. (Foto: reprodução Facebook).
O prefeito Marcelo Rangel e o secretario de Estado da Infraestrutura e Logísitica, Sandro Alex, comentaram na manhã desta terça-feira (30) no programa informativo da Rádio Mundial FM, sobre a escolha de um candidato do grupo político para concorrer a prefeitura de Ponta Grossa nas próximas eleições.
Sandro Alex lembrou que não pode ser candidato a prefeito neste ano porque a legislação eleitoral proíbe que parentes diretos do atual prefeito possam ser sucessor no cargo do Poder Executivo. Ele destacou ainda que o momento é de dar atenção para a pandemia, para a saúde da população e alternativas para a economia e que a discussão sobre eleições será feita mais tarde, “até porque ainda existe dúvida sobre a data das eleições, que ainda não tem concesso na Câmara dos Deputados”, destacou Sandro.
Rangel disse que no momento certo o grupo vai decidir quem será o candidato ou candidata e quem vai ser apoiado. O prefeito destacou ainda que neste momento não tem como fazer campanha: “como os candidatos farão campanha em condições de igualdade durante a pandemia? Não tem como fazer reunião, fazer encontros e visitar alguém para pedir voto…seria um contrassenso, pois pessoas do grupo de risco, por exemplo, não teriam as mesmas condições de pessoas mais jovens, então vamos esperar pra ver como fica esta situação”, comentou.
O prefeito de Ponta Grossa criticou ainda quem, na opinião dele, só pensa em eleição neste momento. “o momento é crítico e tem gente só pensando em eleição, em angariar votos”, disse Rangel.
Sandro Alex, que também é deputado federal licenciado, e o prefeito Marcelo Rangel, lideram um grupo político com vários partidos e que já estão preparados com suas respectivas chapas de candidatos a vereador, somente esperando a definição do nome a ser apoiado pelo grupo.
“Infelizmente não podemos ser candidatos, porque se eu pudesse dar um voto novamente ao Marcelo novamente, para Ponta Grossa seria um ganho exponencial, e acredito que muitos concordam comigo…e quanto eleição, vamos aguardar as convenções ainda para definir o nome do candidato ou da candidata, porque o povo agora está mais preocupado com a saúde”, disse o irmão Sandro, durante o programa de rádio.
Rangel finalizou o assunto dizendo: “quem decide seu eu devo ou não participar, pra fazer a indicação, pra dizer que caminho a cidade de Ponta Grossa deve seguir, é a população…se a população quiser que faça uma indicação, que fale sobre a cidade e o futuro, aí certamente estaremos juntos”, declarou.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

 

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *