Márcio Pauliki recebe ameaça durante passeata no Ouro Verde

 

Os candidatos foram ouvidos pela autoridade policial, que deverá iniciar imediatamente o inquérito para apurar responsabilidades.
Marcio Pauliki, candidato a prefeito de Ponta Grossa, sofreu uma tentativa de ameaça armada na manhã desta segunda-feira (26). Em uma carreata pela região do Ouro Verde, acompanhado pelo seu vice Ricardo Zampieri,  um homem teria se aproximado do candidato e sacado de uma arma, quando foi imobilizado por apoiadores do candidato que acompanhavam a passeata.
Segundo pessoas que estavam no local, o suspeito estava acompanhando a carreata desde o bairro Santa Maria, caminhando lado a lado com os apoiadores. Em determinado momento, o homem sacou uma arma, porém foi impedido de atirar, porque pessoas no local o imobilizaram imediatamente. O suspeito teria sido detido por um guarda municipal que apareceu no local.
A arma e o suspeito foram encaminhados para a 13ª Subdivisão Policial, onde está preso. Um advogado teria se apresentado como defensor do homem que sacou a arma durante a passeata. A arma seria uma pistola automática de uso restrito de força policial ou militar.
Pauliki foi diretamente para Delegacia da Polícia Civil (13ª Subdivisão Policial), para prestar depoimento e disse em vídeo postado nas redes sociais, que “isto é um atentado a democracia…antes tínhamos recebido críticas e ameaças veladas, mas este tipo de coisa não podemos aceitar”.
  • Da redação, com informações da assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →