Mulheres são maioria na disputa pela Prefeitura de Carambeí

Patrícia Kremer, Elisangela Pedroso, Arina Aardoom, Marinho e Pedro Ivo. Mulheres são maioria em Carambeí.
Pela primeira vez na história das eleições municipais de Carambeí, região dos Campos Gerais, as mulheres são maioria na disputa pela administração da Prefeitura Municipal nos próximos 4 anos. No começo da campanha, em setembro, eram duas: Elisângela Pedroso, Coligação Nossa Terra, Nossa Gente, e Patrícia Kremer, do Avante.
Porém, na semana passada, o PSDB acabou anunciando a renúncia da candidatura do ex-prefeito Osmar Rickli, sendo substituído por Arna Aardoom.
A mudança colocou as mulheres como maioria na disputa do executivo municipal, fato inédito na história da política carambiense.
Elisângela Pedroso é ex-vereadora e nas eleições de 2016 foi candidata a prefeita, ficando na segunda colocação com 3.763 votos. Já a empresária Patrícia Kremer, também ex-vereadora, não participou nas últimas eleições municipais e anunciou a candidatura nos últimos dias das convenções municipais, causando uma certa surpresa nos bastidores políticos.
Já a terceira candidata, a empresária Arina Aardoom, foi secretária municipal do ex-prefeito Osmar Rickli, de quem conta com total confiança, e mesmo iniciando a campanha mais tarde, aposta na militância para realizar uma boa campanha.
Assim, Carambeí promete ter uma campanha bastante disputada, uma vez que as candidaturas femininas são maioria na busca da conquista do voto contra os candidatos Marinho, da Coligação “Avança Carambeí”, e Pedro Ivo, do PROS.
  • Da redação.

 

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →