Governo anuncia importação da vacina de Oxford produzida na Índia

O Ministério das Relações Exteriores afirmou nesta terça-feira (5) que está confirmada a importação pelo Brasil de 2 milhões de doses da vacina anti-Covid desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca produzidas na Índia.
Apesar de não haver ainda autorização para a aplicação do imunizante na população brasileira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a importação que será feita pela Fiocruz. A previsão é de que o lote seja entregue ao país a partir de meados de janeiro.
Em nota conjunta, os ministérios da Saúde e das Relações Exteriores informaram que o governo da Índia não tem qualquer proibição de exportação de vacinas produzidas por farmacêuticas indianas para outros países.
O texto ainda relata que o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, participou de uma reunião com o embaixador da Índia em Brasília para debater a data de entrega do lote.
“As negociações entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Serum da Índia para a importação pelo Brasil de quantitativo inicial de doses de imunizantes contra a Covid-19 encontram-se em estágio avançado, com provável data de entrega em meados de janeiro”, acrescentou.
  • ANSA, São Paulo.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →