Justiça Eleitoral determina cassação de mandato de vereador

Vereador Cezar do Povo teve o mandato cassado, mas entrou com recurso no TRE. Foto: Divugação.
A Câmara Municipal de Castro deve sofrer alterações nos próximos dias. Ocorre que nesta semana a 16ª Zona Eleitoral notificou, através de despacho da juíza Adriana Paiva, o vereador Luiz Cesar Canha Ferreira, o Cezar do Povo, sobre a perda do mandato e pagamento de multa de R$ 20 mil.
De acordo com o advogado do vereador, Dyony Robert, foi encaminhado recurso ao Tribunal Eleitoral do Paraná, em Curitiba, com pedido de efeito suspensivo do processo até que seja julgado o mérito da questão, para que o vereador possa continuar atuando na Câmara Municipal sem perda do cargo.
COMO ACONTECEU?
A decisão da Justiça Eleitoral de Castro foi baseado em denúncia realizada contra o vereador Cezar do Povo. De acordo com o processo, o vereador foi flagrado por fiscais da Justiça Eleitoral oferecendo dinheiro a um eleitor, no dia da eleição de novembro passado. O vereador e o eleitor foram presos em flagrante na época.
O vereador deixou a cadeia da Delegacia de Castro depois de pagar fiança de pouco mais de R$ 5 mil. Mesmo empossado como vereador, o processo continuou e agora, até segundo ordem, o vereador tem seus direitos políticos e o mandato cassados.
  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor – com informações do Página Um.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →