Sindicato sinaliza greve no transporte coletivo e Ponta Grossa pode ter nova crise

Trabalhadores do transporte coletivo sinalizam com greve, caso a VCG não pague em dia os salários.

Com a publicação de nota por parte da Viação Campos Gerais, de que poderá parcelar – novamente – o pagamento dos salários dos trabalhadores do transporte coletivo em Ponta Grossa, o Sindicato já sinalizou uma nova greve que poderá paralisar os serviços na cidade.

A notícia caiu como uma bomba entre empresários e trabalhadores, pois nos meses de março e abril deste ano a cidade experimentou paralisações do sistema, seja por conta da pandemia, seja por conta da greve devido ao parcelamento dos salários. Foi um caos!

Agora, com a economia tentando se recuperar e o mercado experimentando reações no faturamento das empresas na empregabilidade dos trabalhadores desempregados, uma nova paralisação do transporte coletivo seria um balde de água fria no ânimo de empresários e trabalhadores que dependem do sistema para operar seus negócios e cumprir as demandas do mercado.

A situação é complicada. A empresa alega que o sistema não se banca financeiramente e aguarda um reajuste na tarifa para equilibrar as contas. Talvez seja uma forma de pressionar o Poder Público em ceder um novo incentivo financeiro para o sistema. Ainda não se sabe.

O fato é que a situação preocupa e tira um pouco das previsões otimistas para empresários, principalmente dos setores do comércio e de serviços, os mais atendidos pelo sistema de transporte coletivo.

  • Paulo Sérgio Rodrigues, editor.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →