Boletim epidemiológico não apresentou novos casos de Covid-19 em Palmeira

Novo boletim da Prefeitura de Palmeira não registrou novos casos de Covid-19 na cidade.
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nesta sexta-feira (26) a atualização dos dados referentes à Covid-19 em Palmeira. De acordo com o boletim, nenhum caso foi registrado no município nas últimas 24 horas.
O panorama atual dos casos de Covid-19 em Palmeira está da seguinte forma:
São 4.438 casos confirmados para Covid-19 em residentes de Palmeira, sendo 4.338 recuperados, cinco em isolamento domiciliar e 95 óbitos por Covid-19. Nenhum paciente está internado no momento.
Também existem 36 casos confirmados em moradores de outros Estados e municípios que residem temporariamente em Palmeira devido ao trabalho, sendo que os 36 estão recuperados.
MONITORAMENTO
Atualmente a SMS monitora 47 pessoas com síndrome respiratória/gripal. Ao todo, Palmeira tem 15.918 pacientes notificados, sendo que 15.871 já estão recuperados. O teste foi realizado em 8.475 pessoas através do Sistema Único de Saúde (SUS).
No momento, 28 casos seguem em investigação, aguardando resultados dos exames. Além disso, 11.438 pacientes foram descartados de possível Covid-19.
Instituições de longa permanência
Em cumprimento de Nota Técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SESA-PR), também são realizados testes em idosos que estão em instituições de longa permanência e funcionários que trabalham nestes locais. O segundo ciclo de testagem até o momento realizou 1.858 testes pelo SUS, sendo que 1.835 tiveram resultado negativo para Covid-19 e 32 casos foram confirmados. Dos casos confirmados, nove foram testados sintomáticos pela rede particular.
No primeiro ciclo foram realizados 329 testes e o processo foi concluído sem nenhum caso positivo para Covid-19.
  • da assessoria.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →