Empresas de pedágio do Paraná são notificadas sobre recolocação de 2.500 funcionários

Com as praças de pedágio sem cobrança, governo quer atuar na alocação das vagas de empregos para os demitidos pelas Concessionárias.
A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) vai notificar as seis empresas que administravam os pedágios no Paraná para que forneçam a relação dos funcionários que perderam os empregos. A intenção é agilizar a recolocação no mercado de cerca de 2.500 trabalhadores que perderam o emprego após o fim do contrato com as concessionárias de pedágio no estado. Os profissionais atuavam pelas empresas pedagistas, cujas operações encerraram no último fim de semana, livrando os paranaenses de pagar um dos pedágios mais caros do país nos últimos 24 anos.
Além dos altos preços das tarifas, muitas empresas não cumpriram os contratos, algumas delas, inclusive, sendo alvo de operação da Polícia Federal, motivando a decisão do Governo do Paraná em não renovar as concessões e adotar um novo formato para melhor atender os usuários.
Agora, a Sejuf vai notificar as seis empresas que administravam os pedágios no Paraná para que forneçam a relação dos funcionários que perderam os empregos.
“Vamos cadastrar estas pessoas e ajudar, o mais rápido possível, a conseguir uma recolocação para elas no mercado de trabalho. Vamos atuar com as Agências do Trabalhador na região onde as praças de pedágio funcionavam para conseguir oportunidades de emprego”, explicou o secretário Ney Leprevost. “Além disso, a Secretaria vai acompanhar com o Ministério Público Federal do Trabalho se todos os direitos dos trabalhadores foram respeitados e se eles receberam o que lhes é devido por lei,”completou.
“Vamos usar o nosso sistema do Sine, com as 216 Agências do Trabalhador, os postos avançados e também os ônibus do Emprega Mais para poder auxiliar essas famílias”, afirmou Leprevost.
Como novos contratos serão assinados somente no fim de 2022 e a Sejuf pretende socorrer esses trabalhadores de forma imediata. A chefe do Departamento de Trabalho e Geração de Renda da Secretaria, Suelen Glinski, informou que já nesta segunda-feira serão marcadas reuniões com as empresas concessionárias para iniciar o cadastro desses trabalhadores.
  • Publicado pelo portal Bem Paraná.

About Paulo Sérgio Rodrigues

Comentarista político, radialista, trabalhou em diversas emissoras de rádio, em TV e em jornais de Ponta Grossa, vem atuando há 30 anos no jornalismo de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

View all posts by Paulo Sérgio Rodrigues →